Inúmeras pessoas deram a sua opinião sobre Anne Frank e o seu diário - desde John F. Kennedy a Nelson Mandela; desde famosos a desconhecidos. Às vezes comoventes, outras vezes críticas.

Nelson Mandela sobre Anne Frank

  • Imprimir

Nelson Mandela Foundation

In honour of Nelson Mandela visit his online memorial.

To website

Travelling exhibition

Since August 2009, the travelling exhibition Anne Frank: a history for today is on tour in South Africa.

More

Nelson Mandela talks about the strength he derived from Anne Frank's diary  when he was imprisoned on Robben Island. 

 

This footage originates from the documentary The Diary on Robben Island by Dutch broadcasting cooperation VARA, which was broadcast on 4 May 1995.

Liberdade e justiça

Em 1994, a Anne Frank no Mundo viajou por seis cidades na África do Sul. Mais de 100.000 sul africanos visitaram a exposição. Durante a cerimónia de abertura em Joanesburgo, a 15 de agosto, o presidente da África do Sul, Mandela, realizou a abertura e foi premiado com a Medalha Anne Frank. A Anne Frank House atribui-lhe a medalha como forma de reconhecimento da sua incansável luta com vista a tornar a África do Sul uma sociedade democrática multicultural. Mandela aceitou a medalha com as seguintes palavras:

Em Robben Island alguns de nós leram o Diário de Anne Frank. Nós retirámos muito encorajamento dele. Ele manteve os nossos espíritos elevados e reforçou a nossa confiança na invencibilidade das causas da justiça e da paz.

Nelson Mandela
From left to right: Nelson Mandela, Glyn Ford, Winnie Mandela and Dienke Hondius in front of one of the panels of the travelling exhibition 'The World of Anne Frank' in the European Parliament in 1990.

O diário de Anne Frank é publicado "Se ela aqui tivesse estado, Anne teria ficado tão orgulhosa."

No diário, Otto lê sobre o plano de Anne de publicar um livro depois da guerra.

Mais...

As diferentes versões do diário de Anne

Há diferentes versões do diário de Anne...

Mais...

Reações ao "Anexo Secreto" Os Holandeses reagem entusiasticamente o que leva à tradução do livro

Em 1950, aparecem as traduções alemã e francesa de Het Achterhuis.

Mais...
Toneelstuk

Uma peça e em filme Depois de uma peça de teatro sobre o Diário de Anne Frank, este é adaptado ao cinema em 1958

Contudo, o livro primeiro adquire grande popularidade depois é adaptado ao teatro...

Mais...
Steve Press als peter in het toneelstuk

800 vezes Peter van Daan Steve Press fez uma audição para o papel de Peter van Daan em 1956

Steve Press interpreta Peter van Daan na versão da Broadway do Diário de Anne Frank.

Mais
Toneelstuk

Receção na América O primeiro confronto com o regime nazi

Uma crítica extremamente entusiástica pelo escritor Meyer Levin no New York Times Book Review resulta no início da venda do diário.

Mais...

Otto Frank muda-se para a Suiça Ele continua envolvido com a Casa da Anne Frank

Ele continua a responder às cartas dos leitores do diário até à sua morte em 1980.

Mais

Otto reconcilia A seguir à guerra Otto Frank dedica-se aos Direitos Humanos e ao alcance do respeito mútuo.

"Tenho agora quase 90 anos e lentamente estou a perder as minhas forças...

Mais...

Nelson Mandela sobre Anne Frank e o seu diário

Nelson Mandela fala sobre a força que retirou do diário de Anne Frank quando estava preso em Robben Island.

Mais...

Authenticity diary Ten questions on the authenticity of the diary of Anne Frank

A great deal of reliable information is available about Anne Frank and her diary...

Mais...