Victor Kugler

Victor Kulger nasceu a 6 de junho de 1900 em Hohenelbe. A certidão de nascimento de Victor indica que ele era um filho de mãe solteira. O nome do seu pai é desconhecido. A sua mãe, Emma Kugler, era costureira em Hohenelbe. Victor é um bom aluno. Ele sobressai nas disciplinas de religião, geografia e história, além de ser bom em educação física e matemática.

Depois de sua formação numa escola profissionalizante de tecelagem, Victor trabalha em vários lugares. Durante um trabalho de montagem em Utrecht, para a fábrica alemã Maschinenfabrik, conhece Laua Maria Buntenbach. Encontra outro emprego e permanece na Holanda. Em 1923 recebe seu diploma em Correspondência Comercial Holandesa e trabalha para uma empresa que vende pectina para produtores de geleia. Victor Kugler conhece Otto Frank através do negócio de pectina. Em 1933 torna-se um dos primeiros funcionários da recém-criada Empresa Opekta de Otto Frank, em Amsterdão.

Na Marinha austríaca

Em 1917, Victor torna-se marinheiro na marinha austríaca e lá acaba se ferindo. Por isso, dois meses depois, ele é dispensado do serviço militar. A Primeira Guerra Mundial termina em novembro de 1918. A sociedade europeia está completamente abalada. Hohenelbe não pertence mais à Áustria, mas à Tchecoslováquia.

Mais...

Proprietário no papel

Em 10 de maio de 1940, o exército alemão ocupa a Holanda e os judeus são proibidos de ter seu próprio negócio. Para evitar que os nazistas tomem sua empresa, Otto Frank transfere a gestão de seus negócios aos seus empregados não-judeus. Victor Kugler torna-se o diretor da empresa de especiarias Gies & Co, que dá continuidade ao trabalho da Pectacon.

Mais...

Assistência e apoio moral

Victor Kugler, com sua assistência e apoio moral, é extremamente importante para os escondidos. Em 1977, Otto Frank descreve como Victor ajudava as pessoas no esconderijo: "Sobretudo, o Sr. Kugler vendia itens de especiarias, muitas vezes, sem registrar a venda nos livros, o que lhe possibilitava nos dar algum dinheiro. Isto foi, obviamente, muito importante porque durante os dois anos que vivemos escondidos, nossas reservas financeiras foram se esvaindo."

Mais...

6 de junho de 1900

Nasceu em Hohenelbe (Áustria). O nome de sua mãe é Emma e o de seu pai é desconhecido.

30 de janeiro de 1910

Victor Kugler vai para a escola na Alemanha e em 1916 tira o diploma de tecelão em uma escola técnica profissionalizante.

1917

Durante a Primeira Guerra Mundial, ele serve como marinheiro na marinha austríaca.

Abril de 1918

Durante a guerra, Kugler é ferido e é então dispensado do serviço militar.

1920

Victor emigra para a Holanda.

Meados dos anos 20

Kugler começa a trabalhar para uma empresa em Utrecht, que vende pectina, uma substância usada na fabricação de geleia.

1928

Victor se casa com a holandesa Laura Maria Buntenbach.

1933

Kugler começa a trabalhar na Opekta, a empresa de Otto Frank.

1938

A Áustria se junta a Alemanha. Victor recebe a nacionalidade holandesa.

Dezembro de 1941

Os judeus são proibidos de ter seu próprio negócio na Holanda. Otto Frank transfere a diretoria da Gies & Co para Kugler, que dá continuidade ao trabalho da Pectacon. Porém, Otto permanece no comando em segredo.

6 de julho de 1942

A família Frank vai para o esconderijo no Anexo Secreto Victor se torna um dos ajudantes.

4 de agosto de 1944

Kugler é preso junto com os oito escondidos. Em princípio, todos são levados para o quartel general da SD, na Rua Euterpestraat, em Amsterdã. No mesmo dia, Kugler e Kleiman são levados para a prisão da Rua Amstelveenseweg.

7 setembro de 1944

Kugler e Kleiman são transferidos para a prisão da Rua Weteringschans, em Amsterdã.

11 de setembro de 1944

Victor é transferido, juntamente com Johannes Kleiman, para o campo de concentração de Amersfoort.

Fim de março 1945

Durante uma marcha, Victor Kugler escapa e se esconde até o final da guerra.

6 de dezembro de 1952

Morre a esposa de Kugler.

22 de outubro de 1953

Victor se casa novamente com Lucie van Langen.

1955

Kugler emigra para o Canadá, e passa a trabalhar como eletricista e agente de seguros. Ele também dá palestras em escolas sobre Anne Frank.

1973

Victor Kugler recebe, da organização Yad Vashem, o título honorífico de "Justos entre as Nações", pela ajuda que prestou aos escondidos.

14 de dezembro de 1981

Kugler morre em Toronto (Canadá).

Victor e as pessoas à sua volta

Otto Frank O pai de Anne e Margot, marido de Edith

Otto inicia um negócio na Holanda. Depois disso, sua família pode vir também.

Mais...

Jo Kleiman Contador da Opekta e Pectacon

Sempre alegre e otimista, mesmo estando a sofrer com úlceras estomacais

Mais...

O que Anne escreve sobre Victor

Toda segunda-feira o Sr. Kugler me alegra quando me traz a revista Cinema & Theatre. Apesar dos meus colegas de casa "menos mundanos" acharem estes mimos um desperdício de dinheiro, eles sempre se surpreendem que, após passar um ano, eu ainda consiga me lembrar com precisão dos nomes dos atores de um determinado filme.