Jetteke Frijda fala sobre ter de usar as Estrelas dos Judeus

  • Imprimir

Tradução da transcrição de entrevista de Jetteke Frijda a David de Jongh e Teresien da Silva, em Amsterdã, 9 de março de 2009.

De repente, apareceram lá em casa as Estrelas de David, os pedaços de pano. 

Não sabia de onde vinham. Pensava que talvez minha mãe, ou outra pessoa, as tivesse conseguido para nós. Como eu era mulher, me mandaram pregá-las nas várias peças de vestuário. Então, preguei. 

Assim, lá estávamos nós com estrelas em nossas roupas. Mas, como nós todas, eu pensei, estávamos no Liceu Judaico, e muitos outros usavam a estrela... É isso, eu achava muito estranho e não gostava nada... Mas nunca achei que fosse assim, tão ruim. Tinha muita gente na mesma situação. 

Esta é a única coisa de que ainda me lembro disso tudo e da minha situação. Aquele ano no “Liceu Judaico”, em parte devido ao que estava acontecendo, nos dava um senso de coletividade.