website awards
1920 - 1921 Negócio de família Previous Next
Affiche gericht aan de Duitse vrouwen

Cartaz comemora os 12 mil soldados judeus que lutaram e morreram pela Alemanha, durante a Primeira Guerra Mundial.

O cartaz diz: 12 mil soldados judeus morreram pela pátria, nos campos da honra. Heróis cristãos e judeus lutaram lado a lado e repousam juntos em solo estrangeiro. 12 mil judeus pereceram em batalha! O ódio cego do Partido enfurecido não se detém diante dos túmulos dos mortos. Mulheres alemãs, não permitam que a dor das mães judias seja desdenhada! Associação Nacional de Veteranos de Guerra Judeus.

  • Imprimir

1914 - 1918 A família Frank durante a Primeira Grande Guerra.

Otto Frank e seus irmãos são convocados para lutar na Frente Ocidental, ao lado do exército alemão. Sua mãe e irmã são voluntárias em hospital militar de Frankfurt. Todos sobrevivem ao conflito devastador, que acaba levando a outra guerra mundial.

1914 - 1918  A família Frank durante a Primeira Grande Guerra.

1919 - 1925 Negócio de família

Depois da guerra, a vida volta ao normal. Otto administra o banco da família.

Na Alemanha, a República de Weimar mergulha em crise política e econômica, e propagam-se os distúrbios civis, preparando o terreno para o aparecimento do partido nazista e a ascensão de Hitler ao poder.

1919 - 1925  Negócio de família

1925 - 1929 Otto e Edith se casam

Otto Frank conhece Edith Holländer, e se casam na sinagoga de Aachen.

A situação política na Alemanha piora e o apoio ao partido nazista cresce. Os planos de Hitler para a Alemanha, e suas idéias raciais são publicados no Mein Kampf (Minha Luta).

1925 - 1929  Otto e Edith se casam

1929 - 1933 Nascimento de Anne Frank

Na iminência de uma crise econômica mundial, nasce Anne Frank, em Frankfurt am Main, Alemanha, em 12 de junho de 1929. Sua irmã Margot tinha três anos.

1929 - 1933  Nascimento de Anne Frank

1933 - 1941 Imigrando para a Holanda

Hitler assume o poder. Otto e Edith Frank se convencem de que em Amsterdã estarão a salvo do antissemitismo da Alemanha Nazista. Lá, Otto abre uma empresa, as crianças vão à escola, a vida volta ao normal, enquanto a Europa se mobiliza para a guerra.

1933 - 1941  Imigrando para a Holanda

1940 - 1942 A invasão alemã

Maio de 1940. Alemanha invade a Holanda, a Bélgica, e a França.

O censo obrigatório de judeus é o primeiro passo da segregação. Por ser judeu, Otto não pode mais ser dono de empresa. Assim, coloca Jo Kleiman na direção, para evitar o confisco.

1940 - 1942  A invasão alemã

1942 - 1944 O esconderijo

A convocação de Margot para os campos de trabalho na Alemanha acelera os planos de se esconderem na empresa de Otto. Os funcionários dele se encarregam do bem-estar da família e de seus amigos, no Anexo Secreto. Os avanços dos aliados trazem esperança de libertação aos escondidos.

1942 - 1944  O esconderijo

1944 - 1945 A prisão

Delação os leva à prisão e deportação para campos de extermínio. Kleiman e Kugler são punidos com prisão por terem ajudado os judeus, enquanto Miep e Bep escapam e aguardam.

1944 - 1945  A prisão

1945 - 1948 Otto retorna

A Alemanha se rende. A guerra termina. A Europa está livre, mas em ruínas. Otto Frank retorna a Amsterdã, reorganiza sua vida. Ele sofre com a perda de sua família. Mas não é o único. Aos poucos, fica evidente a extensão do extermínio em massa de judeus.

1945 - 1948  Otto retorna

1947 - 1957 O diário é publicado.

Otto Frank realiza o desejo de Anne e publica o diário. Ao ser traduzido para vários idiomas e adaptado para o palco, sua história é difundida e comove pessoas em todo o mundo.

1947 - 1957  O diário é publicado.

1957 - 1960 Salvo da demolição

O anexo secreto está deserto e em ruínas. Assim, a Casa Anne Frank é fundada para salvá-lo da demolição. O filme “O Diário de Anne Frank”, de George Stevens, recebe 5 indicações e 3 Oscars, tornando Anne Frank conhecida internacionalmente. A cooperação européia leva à formação da CEE (Comunidade Econômica Européia).

1960 - 1969 Inaugurada a Casa Anne Frank.

O anexo secreto, onde Anne Frank escreveu seu diário, é transformado em museu. À medida que Anne e seu diário se tornam conhecidos mundialmente, o interesse pelo museu cresce muito, principalmente quando é encontrado e preso o captor de Anne e de seus companheiros de esconderijo.

1960 - 1969  Inaugurada a Casa Anne Frank.

1986 - 1999 Prova de autenticidade

Uma edição crítica do diário põe fim às dúvidas quanto a sua autenticidade. A reforma do museu se estende para atender o crescente interesse do público.

1999 - 2010 Renovada, restaurada e reformada

Após longo projeto de restauração, a Casa Anne Frank é reaberta oficialmente pela rainha Beatriz da Holanda.

1999 - 2010  Renovada, restaurada e reformada

2010 - 2011 50 anos de museu

A Casa Anne Frank celebra seu 50º aniversário. Um novo museu virtual permite que pessoas de todo o mundo “visitem” o museu online.

Miep Gies falece aos 100 anos.

A árvore de Anne Frank cai durante uma tempestade de verão.

Carregando Linha do Tempo...

Linha do tempo – imagens

Navegue por um século de história mundial.

Atenção: há mais

Utilize a barra de deslocação para ver tudo.